Nas estradas e encruzilhadas da Vida, liberto das roupagens da vaidade e da jactância, tento merecer esta minha condição de ser vivo.

28
Set 14

 

(Escultura de Rodin * Foto Internet, com a devida vénia)

 

 

 

Nas estradas e encruzilhadas da Vida,

liberto das roupagens da vaidade e da jactância,
tento merecer esta minha condição de ser vivo.
.
Vivo e desnudo,
assim intervenho,
enquanto a transitoriedade em que vou mo permitir...
 
 
publicado por Do-verbo às 03:55

Setembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19

21
23
25
26

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO