Nas estradas e encruzilhadas da Vida, liberto das roupagens da vaidade e da jactância, tento merecer esta minha condição de ser vivo.

24
Set 07

 

 

 

 

 
As teorias do comportamento

 

concedem ao sentir-estar-agir

 

perfis evolutivos, num devir

 

que se projecta instante e movimento.

 

 

 

Mover nem sempre quer determinar,

 

no gesto e no contexto, o progredir.

 

Nem sempre um passo atrás é regredir,

 

nem sempre um passo em frente é avançar.

 

 

 

Sentir é perceber,

 

estar é a postura,

 

agir é a acção...

 

 

 

E tudo são propostas a reter,

 

constante conjuntura

 

de que depende a nossa condição.

 

 

 

 

 

publicado por Do-verbo às 16:30

Bom dia Confrade José-Augusto.
Permita-me um pequeno poema
que este de Gabriel de Fochem me sugere:

Sobre este fio sangra
o fogo posto nas palavras.
Duzentos e vinte volts convencionais

que mais habitará o lume
além dos meus punhais ardendo
no coração da cidade?

Um Abraço
João Teixeira
Joao a 4 de Outubro de 2007 às 11:33

Setembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
15

16
17
18
20
21
22

23
25
26
27
28
29



mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO