Nas estradas e encruzilhadas da Vida, liberto das roupagens da vaidade e da jactância, tento merecer esta minha condição de ser vivo.

27
Jun 08

 
Dia 14 do mês de Abril do ano de 2006.

 

Sexta-feira Santa. Hoje, assinala-se a crucificação de Jesus, o cristo. Foi há mais de dois mil anos.

 

O Império Romano era o senhor do mundo. Só ele determinava o que era certo, o que era errado. Como todos os impérios, Roma arregimentou colaboracionistas.
Há sempre quem esteja disponível para fazer o trabalho sujo. São desta laia os que dizem que todo o homem se vende, sendo tudo uma questão de preço. A História regista desmentidos. Melhor será assentar-se haver quem esteja à venda e quem não esteja.
Jesus não pactuou com o Império. Não estava à venda, logo não se vendeu. Sofreu as consequências.
A quem aproveitou o exemplo de Jesus, apesar de ser todos os anos recordado?

 

Até sempre!

 

Gabriel de Fochem
Sexta-feira, 14 de Abril de 2006.
publicado por Do-verbo às 00:44

Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
28

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO